A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture Zero a 300

BMW M3 e M4 têm fotos “vazadas”, novo Audi A3 chega ao Brasil em 2021, Rolls-Royce prepara modelo elétrico e mais!

Bom dia, caros leitores! Bem-vindos ao Zero a 300, a nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere conosco.

O Zero a 300 é um oferecimento do Autoline, o site de compra e venda de veículos do Bradesco Financiamentos. Nesta parceria, o FlatOut também apresentará avaliações de diversos carros no canal de YouTube do Autoline – então, clique aqui e se inscreva agora mesmo (e não esqueça de ativar o sininho)!

 

BMW M3 e M4 “vazam” antes da hora

A BMW vai mostrar amanhã (23), de forma oficial, os novos M3 e M4. Acontece que, como já virou padrão, algumas fotos dos carros foram divulgadas na véspera. E, bem, não dá para dizer que estamos surpresos com o que se vê.

 

Como foi confirmado na semana passada, tanto o sedã quanto o cupê trazem uma versão ainda mais avantajada da grade do Série 4 – o que, de certa forma, até se justifica em variantes esportivas. O visual da dianteira, tanto no sedã quanto no cupê, ficou mais agressivo com a adoção de um novo para-choque. E, em ambos os carros, a traseira ganhou um novo difusor que abriga quatro saídas de escape. As laterais mudam pouco, recebendo apenas saias maiores e para-lamas mais largos – e, como já comentamos quando o Série 4 foi revelado, talvez faltem alguns vincos ali para dar substância ao design e deixá-lo mais alinhado à tradição dos esportivos da BMW.

Apenas o BMW M4 teve o interior revelado – e aqui as coisas ficam interessantes: o revestimento do carro das fotos é azul, e os bancos do tipo concha têm acabamento em fibra de carbono exposta na traseira, conferindo um aspecto geral bastante agressivo.

No mais, outras informações ainda não foram reveladas. Já temos uma boa noção do que esperar, porém: a dupla vai continuar usando um seis-em-linha biturbo de três litros cuja potência e transmissão vão depender da versão.

O câmbio manual será combinado exclusivamente à versão mais mansa, de 480 cv. O modelo Competition, de 510 cv, será equipado apenas com a transmissão automática M Steptronic de oito marchas, com conversor de torque otimizado para a aplicação esportiva.

Vale lembrar que já foram publicadas fotos de uma possível versão GTS do BMW M3 em testes, ainda com camuflagem. Além de uma pequena asa traseira fixa, o carro tem um difusor traseiro diferente, com quatro saídas de escape centralizadas e dispostas na diagonal. Esta versão (que também deve se fazer presente no M4) deverá ser mais potente e ter o peso aliviado, seguindo a receita do atual M4 GTS.

Imagens oficiais em melhor resolução serão divulgadas amanhã, junto das demais informações técnicas sobre os carros – que já são conhecidas pela imprensa internacional, mas por enquanto estão sob embargo. (Dalmo Hernandes)

 

Nissan confirma nova geração do GT-R – que pode ser híbrida

A Nissan, ainda que não vá muito bem das pernas nestes últimos tempos, segue investindo em novidades. Depois de nos mostrar o Z Proto, agora a fabricante confirma que o Nissan GT-R terá um sucessor.

Ivan Espinosa, presidente de desenvolvimento global de produtos da Nissan, disse ao site Cars Guide que sim, haverá um GT-R R36 – e que, ao lado do Z, ele é possivelmente o modelo mais importante da Nissan para os entusiastas. Contudo, ainda é cedo para afirmar como será o novo GT-R.

A Nissan não comenta nada a respeito, mas os rumores mais recentes dizem que o GT-R R36 deverá manter o motor V6 biturbo VR38DETT de 3,8 litros, porém calibrado para entregar mais potência e, possivelmente, ligado a um motor elétrico. Com isto, estima-se que ele ganhará uma boa dose de potência em relação à geração atual, incluindo o Nismo – o que é perfeitamente viável, considerando que a o Nissan GT-R50 by Italdesign, apresentado recentemente, dispõe de  720 cv e 79,5 kgfm. Já o Nissan GT-R Nismo atual tem 609 cv.

Isto posto, a Nissan ainda tem tempo para decidir qual será a abordagem do novo GT-R – ele não deve ser lançado antes de 2023, quando o modelo atual completará 16 anos. (Dalmo Hernandes)

 

Rolls-Royce está pronta para lançar carros elétricos ainda nesta década

A Rolls-Royce, fabricante dos carros mais luxuosos do planeta, ainda não possui nenhuma opção eletrificada em seu catálogo. Mas isto deve mudar em breve: segundo o site Automotive News, a marca britânica já está trabalhando em um modelo elétrico, que deve ser lançado ainda nesta década.

A ideia é se preparar para uma possível restrição à circulação dos carros com motor de combustão interna – algo que já pode se tornar realidade em ao menos 20 metrópoles pelo mundo até o ano de 2030. O novo carro provavelmente utilizará a mesma plataforma dos modelos atuais, devidamente adaptada para o powertrain elétrico.

A Rolls-Royce faz questão de afirmar que não há demanda de sua clientela por um carro elétrico, mas diz que é preciso levar em conta a possibilidade de alguns clientes serem forçados a fazer a transição. Além disso, segundo a empresa, a ideia de um carro silencioso e com torque imediato está em linha com sua filosofia – o que também é uma razão para migrar diretamente da combustão interna para carros totalmente elétricos, sem oferecer opções híbridas. (Dalmo Hernandes)

 

Volkswagen Amarok deve ganhar versão esportiva de 300 cv

Ford e Volkswagen vão colaborar no projeto de suas próximas picapes médias – Ranger e Amarok, respectivamente, compartilharão plataforma e motores, mas terão visuais distintos. E isto também significa que a nova Amarok poderá aproveitar os recursos da Ranger em uma futura versão esportiva.

Segundo os alemães da Auto Bild, a nova Amarok esportiva poderá se chamar Amarok R, e herdará da futura Ranger Raptor as adaptações para encarar trechos off-road com mais desenvoltura e o motor turbodiesel mais potente, calibrado para render por volta de 300 cv.

Tanto a nova Ranger Raptor quanto a Amarok R deverão ser lançadas em meados de 2023, cerca de um ano depois das variantes comuns. (Dalmo Hernandes)

 

Novo Audi A3 Sedan será lançado no Brasil em 2021 – Sportback ainda é incerto

A Audi confirmou na noite de ontem (21) que o novo A3 Sedan será lançado no Brasil em 2021. A notícia foi dada durante o evento de apresentação dos novos Q7 e e-tron Sportback – foi o próprio CEO da Audi no Brasil, Johannes Roscheck, quem falou aos colegas do Motor1.

Roscheck também confirmou que a renovação do portfólio da marca no Brasil ainda está de pé, apesar dos atrasos por conta da pandemia. Ele disse que o novo A4, reestilizado recentemente lá fora, chegará ao Brasil ainda em 2020, bem como o novo Q3 – agora com motor 2.0 turbo.

No início do ano que vem será a vez do Audi A5, que também passou por um facelift recentemente. A maior novidade, porém, será a nova geração do A3 Sedan, que chegará logo em seguida. Já a versão Sportback, hatchback de quatro portas, ainda está sob consideração, ainda que  já existam unidades em testes no Brasil.

O novo A3 Sedan é vendido na Europa com motor 1.5 turbo de 170 cv na versão básica, acoplado a uma caixa de dupla embreagem e seis marchas. Este motor pode chegar ao Brasil, mas também existe a possibilidade de o carro continuar usando o motor 1.4 TFSI, que rende 150 cv. (Dalmo Hernandes)

 

Morreu Ron Cobb, criador do DeLorean de “De Volta para o Futuro”

O DeLorean DMC-12, como sabemos, foi criado por John Delorean. Mas sua versão mais famosa – a máquina do tempo de “De Volta para o Futuro”, é criação de outra pessoa: o cartunista Ron Cobb, que infelizmente morreu na última segunda-feira (23) aos 83 anos de idade.

Como o DeLorean DMC-12 foi transformado em máquina do tempo para “De Volta Para o Futuro”

Ron Cobb era mais conhecido como cartunista, e autor de diversos quadrinhos de cunho político em publicações na língua inglesa. Ele também era ilustrador, e foi o criador da capa do álbum After Bathing at Baxter’s, lançado pela banda Jefferson Airplane em 1967.

Cobb também trabalhava como designer de cenários e objetos de cena para filmes e programas de TV. Antes de criar o design do DeLorean usado em “De Volta para o Futuro”, ele trabalhou no set do primeiro “Guerra nas Estrelas” em 1977, criou as espadas usadas por Arnold Schwarzenegger em “Conan, o Bárbaro” (1982), e colaborou com a primeira versão do roteiro de “E.T.: o Extra-Terrestre”.

Sua esposa, Robin Love – com quem Cobb escreveu o roteiro de dois episódios da série de ficção científica The Twilight Zone – confirmou a notícia, e disse que a causa da morte foram complicações decorrentes da demência de corpos de Lewy, doença degenerativa que causa depósitos anormais de proteína no cérebro e, a longo prazo, compromete severamente a capacidade de raciocínio e as funções corporais básicas. (Dalmo Hernandes)

Matérias relacionadas

Peugeot 3008 lançado no Brasil, Roush lança Mustang P-51 de 737 cv com inspiração aeronáutica, Tesla e motorista falharam em acidente fatal com carro semi-autônomo

Leonardo Contesini

Renault Sandero RS já pode ser configurado no site oficial, o Bugatti Vision Gran Turismo, Mercedes-Benz apresenta Classe S Cabriolet e mais!

Leonardo Contesini

BMW M3 flagrado, Troller T4 ganha retoques no visual e nos preços, Hyundai Azera terá cara nova e mais!