FlatOut!
Image default
Zero a 300

O novo (e incrível) BMW M4 CSL de 550 cv | Mercedes confirma o carro mais caro do mundo | um novo Subaru 22B e mais!

Bom dia, caros leitores! Bem-vindos ao Zero a 300, a nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere conosco.

O Zero a 300 é um oferecimento do Autoline, o site de compra e venda de veículos do Bradesco Financiamentos. Nesta parceria, o FlatOut também apresentará avaliações de diversos carros no canal de YouTube do Autoline – então, clique aqui e se inscreva agora mesmo (e não esqueça de ativar o sininho)!

 

Este é o novo BMW M4 CSL

BMW M4 CSL

BMW, BMW… quais suas intenções? É algum tipo de teste de fidelidade? Foi só fazer um elogio e você já iniciou uma blitzkrieg de sedução, é? Como você faz um negócio desse com a gente? Um dia depois de anunciar uns cupês altamente desejáveis, você aparece com um M4 CSL. Um CSL?

BMW M4 CSL

Você certamente percebeu minha decepção com a AMG e aquela história mal-contada de usar quatro cilindros na Classe C e agora vem com essa? Um M4 CSL de 550 cv? Com quase 110 kg a menos? Tração traseira e só na traseira. Desse jeito eu nem me importo com aquele pedal faltando na esquerda.

BMW M4 CSL

Aliás, eu estava lendo seu perfil aqui… M4 CSL, 3.0, seis-em-linha, biturbo. Notei um indício de hipertensão… a pressão subiu de 1,7 bar para 2,1 bar. É a ansiedade, emoção? Aconteceu alguma coisa? Esse sistema de arrefecimento duplo está maior, não? É para segurar o calor do momento na pista? Notei também que o câmbio foi remapeado para essas situações…

BMW M4 CSL

E olhando suas fotos percebi que a traseira está vazia, sobrou um belo espaço sem aquele banco inconveniente. Aliás, até mesmo essa dieta me interessou: fibras (de carbono, não?) para reduzir o peso. Bancos, console central. Onde mais? Freios? Mas lá é carbono e cerâmica, certo? Imaginei.

BMW M4 CSL

Suspensão adaptativa, básico. Barra estabilizadora mais espessa, ok. Juntas esféricas em vez de elásticas… mostra comprometimento. Gostei. As rodas também entraram no seu treinamento? Liga super leve. Saquei. E o escape? Titânio? Legal. Gostei dos sapatos, esse negócio de usar 19 polegadas na frente e 20 na traseira, esses pneus 275/35 e 285/30.

BMW M4 CSL

Certo, aqui diz que esse M4 CSL vai de zero a 100 km/h em 3,6 segundos? E que só veremos 1.000 deles?  em todo o mundo? Nem é tão bonito assim, mas olha… quem é AMG mesmo? (Leo Contesini)

 

Mercedes-Benz confirma: o 300 SLR “Uhlenhaut coupe” é o carro mais caro do mundo

É oficial agora: a Mercedes-Benz confirmou que vendeu um dos dois 300 SLR “Uhlenhaut coupe” de sua coleção, um carro que é agora oficialmente o carro mais caro do mundo: o preço foi 135 milhões de Euros. Ou R$ 704.700.000,00. Posso dizer quase um bilhão de Reais?

O comprador continua anônimo, mas a boa notícia é que o carro vendido não é o que estava exposto no museu da marca, e sim o outro, que era mantido em perfeito estado e funcionamento, mas guardado lá nas entranhas de Unterturkheim.

A Mercedes quer garantir que não está precisando de dinheiro, e diminuir a revolta de gente que acha tudo isso um absurdo: usará este dinheiro para lançar o Mercedes-Benz Fund, um programa global de bolsas de estudo que apoiará estudantes em escolas e universidades envolvidas em estudos ambientais.

Se você quer saber o motivo de tanto valor em um carro, veja esta matéria aqui. (MAO)

 

GMA t.50 em testes brutais de segurança veicular

Sempre falamos aqui que lançar um automóvel não é mais uma atividade romântica para amadores. Tanta legislação e litígio envolve uma empresa que se dá ao trabalho de fazê-lo que um verdadeiro batalhão de pessoas se engaja em uma quantidade inacreditável de testes para garantir que nada dê errado.

Isso suga um pouco todo romantismo da coisa, sim, mas não todo: afinal de contas ainda existe gente como Gordon Murray, que não tem medo de enfrentar esse tipo de trabalho. O mais recente vídeo de desenvolvimento do novo t.50 me lembrou de meu tempo na indústria: fazia exatamente estes testes de calibração de Airbag; ainda que em carros bem menos interessantes.

Estes testes são absolutamente brutais: destruíamos de cinco a dez carros neles. Ver um t.50 enfrentá-los é de doer o coração. Mas a estrutura de fibra de carbono é incrivelmente rígida: aposto que só um carro foi usado, ainda que se fazendo reparos depois de todo teste.

Para que isso tudo? O objetivo é captar curvas de desaceleração em situações limítrofes onde o airbag NÃO deve abrir. Junto com crash-tests onde ele DEVE abrir, são dados básicos para o gigantesco trabalho de programação do computador e os sensores que determinam o funcionamento dele. Airbags são inflados por explosivos; sua operação é algo sério de verdade. Deve abrir quando a vida dos ocupantes está em risco, mas nunca quando não. Determinar isso precisamente, um trabalho deveras estressante e importante.

Os clientes sempre reclamam quando batem o carro e o dito-cujo não abre. Mas quando abre em acidentes que acham pequenos reclamam também. Ou seja, sempre reclamam; um trabalho ingrato. A piada profundamente série que fazíamos: bom se está reclamando, está vivo. Então nosso trabalho está feito. (MAO)

 

Novo F-150 Raptor R terá V8 do GT500

Fotografias tiradas em fábricas da Ford nos EUA confirmam o que já era esperado: o próximo Ford F-150 Raptor R, uma caminhonete esperada ansiosamente por todos, terá o V8 “Predator” usado no Mustang Shelby GT500. Sim, o monstro DOHC, 5,2 litros com compressor que dá 760 hp no Mustang.

Se você está acompanhando essa batalha de superpicapes saltadoras de dunas, isso é mais do que os 702 cv do V8 “Hellcat” da RAM 1500 TRX. Não se sabe exatamente a potência final do motor GT500 na picape Ford, mas certamente mais que a RAM, vai ser. Você não exigiria isso de seus engenheiros?

A nova picape deve ser lançada em breve, e o preço não deve estar muito longe dos US$ 70.000 cobrados por uma RAM TRX. Mas a julgar pelo estado atual de oferta e procura, difícil vai ser conseguir uma sem um ágio. (MAO)

Prodrive prepara homenagem à um Subaru lendário

A Prodrive inglesa é uma empresa de engenharia com capacidade extensa; de consultoria e contratação de serviço à montagem de protótipos. É também uma empresa especialista em competição, e de imenso sucesso em rali.

Ela tem também uma longa história com a Subaru, inclusive sendo um parceiro nas vitórias do Campeonato Mundial de Rally nas décadas de 1990 e 2000. Agora, a Prodrive postou um teaser sugerindo a revelação de algo em 25 de maio; a silhueta é exatamente um Impreza WRX 22B STI coupe.

O nome deste carro será P25, provavelmente uma referência ao aniversário de 25 anos da vitória do terceiro campeonato consecutivo de WRC pela Prodrive, com os Subaru. Na época, a Subaru comemorou os três títulos justamente com o 22B. Este novo carro da Prodrive certamente será uma modernização deste icônico modelo.

Se será um carro antigo de 1998 modificado como um restomod, ou será um carro novo e exclusivo inspirado pelo antigo, ainda não sabemos. Mas quando a Prodrive faz qualquer coisa, pode ter certeza de que nos ajeitamos na cadeira e esperamos ansiosos: eles nunca falham em criar algo especial. (MAO)

 

 


Ainda não é assinante do FlatOut? Considere fazê-lo: além de nos ajudar a manter o site e o nosso canal funcionando, você terá acesso a uma série de matérias exclusivas para assinantes – como conteúdos técnicos, histórias de carros e pilotos, avaliações e muito mais!

FLATOUTER

Plano de assinatura com todos os benefícios: 30% OFF na loja, acesso livre a todas as edições da revista digital do FlatOut e demais matérias do site, participação no nosso grupo secreto no Facebook (fique próximo de nossa equipe!). Exponha ou anuncie até sete carros no GT40 e ainda ganhe descontos em oficinas e lojas parceiras*!

R$ 26,90 / mês

ou

Ganhe R$ 53,80 de
desconto no plano anual
(pague só 10 dos 12 meses)

*Benefícios sujeitos ao único e exclusivo critério do FlatOut, bem como a eventual disponibilidade do parceiro. Todo e qualquer benefício poderá ser alterado ou extinto, sem que seja necessário qualquer aviso prévio.

CLÁSSICO

Plano de assinatura básico. 15% OFF na loja, acesse todas as edições da revista digital do FlatOut e demais matérias do site1, além de poder expor ou anunciar até três carros no GT402.

R$ 14,90 / mês

ou

Ganhe R$ 29,80 de
desconto no plano anual
(pague só 10 dos 12 meses)

1Não há convite para participar do grupo secreto do FlatOut nem há descontos em oficinas ou lojas parceiras.
2A quantidade de carros veiculados poderá ser alterada a qualquer momento pelo FlatOut, ao seu único e exclusivo critério.