A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
História

Carro de madeira? A incrível história de Frank Costin e o Marcos GT

A indústria automobilística de grande série da Inglaterra pode estar morta, ou nas mãos de empresas sediadas em outros países hoje, mas é incrível como seus produtores de pequena escala são importantes, tomados coletivamente. Seja em carros de competição, seja em carros especiais produzidos em pequena série, o país brilha com um sem fim de soluções diferentes e imaginativas. A Lotus ainda existe, bem como a Morgan, a McLaren, Ariel, Caterham, BAC, e um sem fim de outras coisas interessantes. E nem vamos falar em competição: o país é o maior polo de criação e fabricação de carros de corrida no mundo. As origens desta indústria de carros esporte/competição vêm de muito antes da segunda guerra, mas ganhou realmente força e impulso depois dela. O pós-guerra na Inglaterra era um lugar onde praticamente todo mundo competia de alguma forma com seus automóveis no fim de semana; carros preparados para este uso esportivo apareciam a cada minuto, seja vindos da indústria de massa (como a

Matérias relacionadas

Iso Autoveicoli, parte 1: de geladeiras a um muscle car europeu – passando por um carro-bolha

Dalmo Hernandes

Lendas de Le Mans: a força bruta do Ford GT40, o anglo-americano que superou a Ferrari em La Sarthe – Parte 1

Dalmo Hernandes

Afinal, porque as arrancadas são disputadas no quarto-de-milha?

Dalmo Hernandes