FlatOut!
Image default
História Pensatas

Chevrolet e Citroën: dois mundos diferentes?


Epifania. Um momento de realização súbita, de imediato entendimento e compreensão. A maioria das pessoas que usa esta palavra a coloca em um contexto religioso ou filosófico, uma experiência religiosa ou de profunda compreensão de algum dilema ético importante. Gente que usa ela normalmente é literalmente profunda e estudiosa, daqueles que, ao tentar ver o fundo da piscina, definitivamente não se distraem com o reflexo da própria cara na superfície. Mas, correndo o risco de soar pedante, epifania foi o que senti naquela manhã de junho de 2018, ao tocar para Araras sozinho no banco do motorista de um C4 Lounge novinho. Como alguém pode ter uma epifania ao volante de um sedã automático qualquer indo a algum lugar mais qualquer ainda? Explico. Voltava de uma viagem com a família, de 3000km ida e volta. E esta viagem tinha sido feita em um Chevrolet. Um Cruze Sport6 turbo também novinho, numa bonita cor furta-cor que ia do cinza escuro-azulado ao preto dependendo da luz, que para quem