A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture

Cinco carros entusiastas que deviam ser importados

“O que debilita mais rapidamente do que trabalhar, pensar, sentir sem uma necessidade interna, sem uma profunda escolha pessoal, sem alegria, como um autômato do dever? É a receita para a decadência de mente e espírito.” – Friedrich Nietzsche Todo mundo sabe que o mundo lá fora é cruel e implacável. A maioria das pessoas corre o máximo que pode, o dia inteiro todo dia, para pagar suas contas e garantir seu telhado, sem muito tempo para pensar como. Muitas vezes, não fazendo o que quer, mas o que pode e consegue naquele momento, e por isso mesmo, não é educado julgar ninguém por isso. Existem trabalhos que ninguém quer, mas tem que ser feito, e graças a Deus pelas pessoas que os fazem. Não me entendam mal: todo mundo já teve que apenas aturar um emprego ou ocupação. É a vida. Mesmo assim, é triste ver um mundo atual tão fixado em retorno financeiro para o que se faz na vida. Dinheiro é bom, mais que isso, essencial, e todos queremos ele. Mas precisamos mais que dinheiro. P

Matérias relacionadas

Carnaval sobre rodas: como surgiu o trio elétrico?

Dalmo Hernandes

Bob Marley já teve um Land Rover Defender – e ele acaba de ser restaurado depois de três décadas abandonado

Dalmo Hernandes

Elekta: o BMW M5 E34 mais raro e chique de todos só podia ser italiano

Dalmo Hernandes