A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture

Cinco carros que eu compraria com até R$ 30.000 – e por quê

Qualquer um que tenha o mínimo interesse em gadgets e tecnologia em geral certamente notou que os preços dispararam nos últimos dois ou três anos. Me chamaram a atenção nos últimos tempos os preços dos laptops: eles praticamente dobraram, e por isso decidi que vou esperar mais um pouco para trocar de computador. Um laptop de R$ 3.000 era mais que razoável até pouco tempo atrás. Hoje, por esta grana você consegue um modelo intermediário a básico – se quiser um SSD de tamanho aceitável, uma boa tela full HD e mais de 8 gb de memória, se prepare para gastar entre R$ 4.000 e R$ 5.000. Os carros andaram sofrendo um fenômeno parecido. O Leo Contesini já comentou no podcast e em seus guias de usados que os carros mais interessantes a preços acessíveis estão ficando cada vez mais raras – tanto de carros para curtir quanto de modelos racionais para o dia dia, bem equipados e bons de guiar. No caso dos zero-quilômetro, a mesma coisa: as opções mais em conta já estão na faixa dos R$ 40.0

Matérias relacionadas

Lendas de Le Mans: os primeiros anos da corrida e o domínio da Bentley

Dalmo Hernandes

Velozes e Furiosos 8: o “truque” do turbo de Toretto e da corrida em marcha à ré a 160 km/h

Dalmo Hernandes

Extintor ABC? No futuro você talvez possa apagar incêndios com… o som do carro!

Leonardo Contesini