A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture Trânsito & Infraestrutura

É verdade que os radares têm uma margem de tolerância de velocidade?

É claro que você já topou com esta situação. Você está na estrada, dirigindo tranquilo, perto do limite de velocidade, quando o carro da frente monta no freio porque viu um radar. Ele nem estava acima do limite, mas deu aquela freada só para garantir que não seria multado — provavelmente porque não sabe que o radar tem uma "tolerância" de velocidade. Ou até sabe, mas não sabe quanto é essa tolerância. Antes da criação dos radares, a fiscalização de velocidade era feita com um olho no carro e outro no cronômetro. O agente marcava dois pontos de referência, media a distância entre eles e contava o tempo que o carro levava para percorrer essa distância. Por exemplo: com limite de 100 km/h, um intervalo de 100 metros poderia ser percorrido em, no máximo, 3,6 segundos. Se passasse em 3,5 segundos ou menos, o agente abordava o motorista e o multava. Só

Matérias relacionadas

O novo Toyota Supra A90 com motor 2JZ já virou realidade – e em dose dupla!

Dalmo Hernandes

Tente não sonhar com este Lancia Delta S4 Stradale 1985 com menos de 800 km rodados

Dalmo Hernandes

Seat Leon Cupra ST é a perua mais rápida de Nürburgring Nordschleife

Dalmo Hernandes