FlatOut!
Image default
Car Culture

Esta coleção de único dono é uma verdadeira cápsula do tempo

“Carro foi feito para andar”: tenho certeza de que este é o lema de muitos aqui. Seja um superesportivo ou um popular, cada automóvel produzido no mundo é resultado do trabalho árduo de uma porção de gente – projetistas, engenheiros, designers e todo o pessoal envolvido na cadeia de produção, venda e pós-venda. Isto vale para todos os carros, do mais humilde ao mais sofisticado; e também inclui modelos exclusivos, artesanais. Cada carro é uma máquina extremamente complexa – mesmo os mais simples – composta por milhares de componentes trabalhando em perfeita harmonia para cumprir sua função: nos transportar, nos divertir, nos emocionar.

Assim, é compreensível que você ache, de fato, que todo carro foi feito para andar – afinal, vivemos no presente. Não faz sentido guardar um carro por anos na garagem sem colocá-lo para esticar as pernas. Ainda mais se for um carro desejável, um esportivo de alto nível, um supercarro raro.

Ainda não é assinante do FlatOut? Considere fazê-lo: além de nos ajudar a manter o site e o nosso canal funcionando, você terá acesso a uma série de matérias exclusivas para assinantes – como conteúdos técnicoshistórias de carros e pilotosavaliações e muito mais!

 

FLATOUTER

Plano de assinatura com todos os benefícios: acesso livre a todas as edições da revista digital do FlatOut e demais matérias do site, participação no nosso grupo secreto no Facebook (fique próximo de nossa equipe!). Exponha ou anuncie até sete carros no GT40 e ainda ganhe descontos em oficinas e lojas parceiras*!

R$ 26,90 / mês

ou

Ganhe R$ 53,80 de
desconto no plano anual
(pague só 10 dos 12 meses)

*Benefícios sujeitos ao único e exclusivo critério do FlatOut, bem como a eventual disponibilidade do parceiro. Todo e qualquer benefício poderá ser alterado ou extinto, sem que seja necessário qualquer aviso prévio.

CLÁSSICO

Plano de assinatura básico. Acesse todas as edições da revista digital do FlatOut e demais matérias do site1, além de poder expor ou anunciar até três carros no GT402.

R$ 14,90 / mês

ou

Ganhe R$ 29,80 de
desconto no plano anual
(pague só 10 dos 12 meses)

1Não há convite para participar do grupo secreto do FlatOut nem há descontos em oficinas ou lojas parceiras.
2A quantidade de carros veiculados poderá ser alterada a qualquer momento pelo FlatOut, ao seu único e exclusivo critério.

Permita-me, porém, apresentar um contraponto: é graças a pessoas que compram carros novos e nunca andam neles que as gerações seguintes podem apreciá-los em sua melhor forma. Ter a chance de saber como era o passado, no presente e no futuro. Por mais que eu pense “se este carro fosse meu, já teria uns 100.000 km rodados!” ao ver um clássico quase zero-quilômetro, não há como não ficar agradecido pelo fato de o dono tê-lo transformado em uma cápsula do tempo.

É assim que pensa John Temerian, dono e fundador da Curated, loja especializada em supercarros vintage que fica em Miami, Flórida. Desde 2013 a Curated compra e vende carros exclusivos, principalmente supercarros, com alto nível de originalidade, baixa quilometragem e estado de conservação exemplar. Ferrari e Lamborghini são apenas o começo – no momento a Curated tem Alfa Romeo 8C Competizione, Mercedes-Benz 300SL e até um Cizeta Moroder V16T (um dos supercarros mais malucos da história) em seu acervo.

Um dos últimos itens a chegar à Curated, aliás, é uma coleção que foi apelidada de “Time Capsule Collection”. John Temerian conta que recebeu de alguns conhecidos a dica de que havia uma coleção interessantíssima em uma oficina – carros de único dono, com baixa quilometragem e raros nos Estados Unidos. Os carros estavam, de fato, em uma oficina, e o dono do lugar estava encarregado de cuidar deles. Temerian tentou comprá-los algumas vezes no espaço de dois anos, mas foi só depois que uma ligação aparentemente aleatória o colocou em contato direto com o proprietário que a negociação foi concretizada.

São cinco carros que parecem ter saído ontem de suas respectivas fábricas, como se uma distorção no espaço-tempo tivesse juntado todos eles no mesmo local, no mesmo instante: um Lotus Esprit X180R, um Mercedes-Benz SEC 1.0 AMG, e três Lamborghini – Countach, LM002 e Jalpa. Todos foram comprados pela mesma pessoa e mantidos exatamente como diz o clichê: em uma garagem climatizada, com uma equipe de mecânicos cuidando deles periodicamente, e raramente rodando nas ruas. Além disso, cada um deles tem uma história ou ao menos um detalhe interessante a seu respeito.

O Lamborghini Jalpa, por exemplo: de acordo com John Temerian, trata-se do último exemplar a desembarcar nos Estados Unidos – e, como os outros dois Lamborghini, foi importado pela concessionária Sports Car Exchange, uma das mais conhecidas do Michigan. Com 5.000 km no hodômetro, o Jalpa é o mais rodado da coleção. Talvez o proprietário original não tivesse tanta “pena” dele quanto dos outros. Este exemplar traz a rara combinação de rodas e canaletas dos bancos na cor branca.

Outro Lamborghini raríssimo é o LM002 na versão America, que teve 60 exemplares feitos especialmente para os EUA. Fabricado em 1990, ele tem pouco mais de 1900 km rodados e traz absolutamente tudo que veio com o veículo na entrega – dos plásticos dos bancos à bolsinha onde ficava guardado o chaveiro de fábrica.

O terceiro Lamborghini é um Countach 25th Anniversary, fabricado em 1989. Com menos de 4.200 km rodados, o supercarro italiano tem pintura preta, interior creme, e é o único da coleção que não está com os pneus originais.

O Lotus Esprit X180R é o menos rodado de todos: tem apenas 803 km marcados no hodômetro. E também é um dos mais interessantes: trata-se de um especial de homologação feito em 1991 para o IMSA Supercar Championship – que, de acordo com as regras da FIA, exigia 20 unidades de rua vendidas ao público. Curiosamente, eles vinham recheados, com ar-condicionado, vidros elétricos, toca-fitas e outras amenidades, mas também traziam gaiola de proteção completa, freios de corrida, suspensão mais firme e aerodinâmica retrabalhada. Oficialmente o motor entregava 290 cv, mas desconfia-se que a real potência era um pouco maior.

Na opinião do próprio Temerian, porém, a estrela da coleção é o Mercedes-Benz SEC AMG. Último carro feito antes de a AMG ser transformada na divisão esportiva oficial da Mercedes-Benz, este carro é possivelmente o exemplar com mais documentação disponível – e um dos melhor preservados em existência.

O proprietário comprou o carro diretamente com a Mercedes-Benz, que o enviou para a concessionária AMG de Westmont, na Califórnia, para conversão – era assim que se fazia antigamente. O carro é interessante porque, diferentemente dos demais SEC AMG 6.0, não teve a carroceria alargada, recebendo apenas as rodas de cinco raios, os elementos aerodinâmicos, a suspensão preparada e, claro, o V8 de seis litros e 32 válvulas da AMG.

Temerian acredita que este carro também é o exemplo perfeito de como seu dono gostava dos carros que tinha, mesmo que não andasse neles com frequência. Absolutamente toda a documentação de compra foi guardada, incluindo registros de suas visitas à sede da AMG. “É notável que o dono ama todos os seus carros e entende do assunto, ou não teria guardado tudo isto”, diz Temerian.

“These outstanding cars represent some of the most iconic Automobiles of the 1980s and 1990s in arguably the best condition and preservation we have seen.” said John Temerian of Curated. “Not only are they in incredible condition but they are complete with original tools, records, books, documents and more! It’s truly an honor to represent cars of this caliber.”

John Temerian diz que até entende quando alguém se lamenta pelo fato de estes carros terem rodado tão pouco em tanto tempo. Mas, para ele, mais importante é poder ver, em pleno 2020, como estes carros eram quando novos.