A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Edições anteriores

FlatOut Edição 67: um Maverick V8 biturbo, como escolher um Ka XR ou Sport, os campeões sem título da F1 e mais!

Caros leitores, muito bem vindos à mais nova edição do FlatOut Brasil! Aqui temos elencadas as matérias exclusivas para assinantes. Caso você ainda não faça parte do universo do FlatOut, clique aqui e assine agora mesmo! Caso queira conferir as edições anteriores, clique na imagem abaixo.


 

FlatOut Street

Saymon Misiak fez a coisa certa: comprou um Ford Maverick Super em 2001, quando o boom do mercado de clássicos brasileiro ainda estava começando e era mais fácil encontrar bons exemplares a preços acessíveis. Mas ele teve de esperar 15 anos para começar a montá-lo. Agora que está pronto, o Maverick tem um V8 biturbo (!) de 550 cv. Mas Saymon jura que é só para “brincar aos fins de semana”.

O Maverick biturbo de Saymon Misiak | FlatOut Street


 

Guia de Compra

Quer garantir um futuro clássico antes que ele dispare de preço? Pense no Ford Ka XR e no Ford Ka Sport. E para te ajudar, o @leocontesini conversou com clubes e proprietários do modelo para descobrir tudo o que você precisa saber para encontrar o modelo perfeito para colocar na garagem — desde os detalhes que ninguém vê, até os modelos mais desejados, versões mais raras e como escolher um exemplar.

Guia de compra: tudo o que você precisa saber sobre os Ford Ka XR e Ka Sport


 

Técnica

Água na gasolina é adulteração. Mas injetar água no motor é uma solução para produzir mais potência — sejam eles turbo ou aspirados. A razão é simples: a água resfria a câmara de combustão. Mas como ela faz isso sem encher o motor de água e causar calço hidráulico, nem enfraquecer a mistura ar-combustível?

Como funcionam os sistemas de injeção de água/etanol?


 

Mercado

Depois dos sete carros para curtir, nesta quarta lista de usados, o @leocontesini selecionou cinco modelos usados de R$ 25.000 a R$ 30.000 para o dia-a-dia.

O Guia FlatOut de Usados: cinco carros de R$ 25.000 a R$ 30.000 para o dia-a-dia


 

História

Você sabia que a Lamborghini faliu na virada dos anos 1970 para os anos 1980? E que ela só conseguiu se recuperar por causa do Countach feito para um chefe da F1?

Como o Countach salvou a Lamborghini com uma asa em V e para-lamas alargados


 

Das várias definições para carro popular, particularmente interessante é aquela que fala sobre carros que motorizaram seus respectivos países. Como o Fiat 500 fez na Itália – duas vezes, em duas gerações distintas que, juntas, duraram quase quatro décadas.

Fiat 500: o carro que motorizou a Itália duas vezes


 

Quatro empresas diferentes se juntam para fazer quatro carros diferentes numa mesma base.
Hoje isso é normal e corriqueiro, mas já foi muito raro. Nesta semana, o @mao4100 conta a diferente história da plataforma tipo 4: quando a SAAB, a Fiat, a Lancia e a Alfa-Romeo ainda independente se juntaram para fazer um carro só, mas acabaram com quatro coisas muito diferentes.

Quatro empresas, um carro: a complexa história da plataforma tipo 4 da Saab/Fiat/Alfa/Lancia


 

Uma recente onda de revisionismo histórico parece ativamente resoluta em tirar o mérito de Porsche na invenção do carro mais vendido da história, o VW Fusca, e colocá-lo em algum outro lugar. O quanto dessa história é verdadeira?

A Tatra de Hans Ledwinka, e a real origem do Volkswagen


 

“A lógica diz que a Aston Martin não teria como fazer um supercarro de verdade. Sua fábrica é muito pequena, seus recursos são muito limitados. No entanto, este é o melhor supercarro de motor dianteiro do mundo, um carro que tira completamente seu fôlego ao dirigir. O preço do Aston Martin V8 Zagato pode parecer absurdo, mas somente se você não o dirigir: é muito difícil colocar um preço em uma máquina que manda você de volta para casa em uma vã busca de novos superlativos.”

O último Aston Martin tradicional: V8 Vantage Zagato


 

Automobilismo

Fórmula 1 não tem só 70 anos. Quem está completando 70 anos é o atual campeonato mundial. Antes dele, tivemos dois campeonatos com outros nomes, mas com a mesma intenção da Fórmula 1: descobrir os melhores carros e pilotos do planeta. Pensando nisso juntamos os pontos para descobrir quem seriam os pilotos e construtores campeões se a FIA considerasse os títulos anteriores à Fórmula 1.

E se os títulos da Fórmula 1 fossem contados desde sua origem?


 

Car Culture

O Mini original de 1959 não foi criado como algo esportivo, pelo contrário. Mas como todos sabemos, se mostrou um Davi que matava Golias sem dó: nas ruas e nas pistas poucas coisas podiam acompanhar este pequeno carrinho. Com, isso, muita gente resolveu ir além, e fazer do carro urbano um carro esporte.

Os estranhos mas divertidos cupês derivados do Mini


 

Dizem que a imitação é a forma mais sincera de elogio. Mas sabe o que é ainda melhor que uma imitação? Uma inspiração mais complexa e profunda – e isto também vale para os carros. Alguns dos mais emblemáticos automóveis do mundo inspiraram outras fabricantes e projetistas a criar seus próprios automóveis, e alguns deles também se tornaram icônicos.

Justa homenagem: quando carros icônicos inspiram outros carros


 

 

Matérias relacionadas

FlatOut Edição 52: o adeus a Sir Stirling Moss, os novos clássicos dos anos 1990, a invenção do motor V12 e mais!

Leonardo Contesini

FlatOut Edição 42: a história do Seven, tudo sobre geometria de supensões, um FNM no Classics e mais!

Leonardo Contesini

FlatOut Edição 21: a transformação do Land Rover Defender, o novo logotipo da Volkswagen, guia do 911 e mais!

Leonardo Contesini