A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture

Ícones dos anos 1990: Mercedes-Benz 500E

Existem certos carros que são mais que apenas carros: são marcos na história de fabricantes, verdadeiros símbolos de uma mudança de curso profunda. É o caso do Mercedes-Benz 500E, aparentemente apenas mais um modelo dos classe E, principalmente visto com a perspectiva de hoje, onde 322 hp não parecem nada incríveis. Mas na verdade é um ponto de inflexão na história da marca de Stuttgart, um carro que mudaria o curso de seu futuro. E um com uma complexa história, que para ser compreendida, precisa ser dividida em todas as suas vertentes genéticas. Mercedes-Benz Tradicionalmente um Mercedes-Benz era tudo, menos esportivo. A Daimler-Benz era a junção da Daimler e da Benz, as duas empresas que criaram os primeiros automóveis com motor a combustão interna, e desde então se orgulhava de ser a mais avançada delas. Era uma empresa de engenheiros, não de administradores, marketeiros ou, Deus a livre, de vendedores de automóveis. Orgulhava-se de seu pragmatismo, sua seriedade e sua dedicaç

Matérias relacionadas

O que acontece com seu carro quando você passa por um buraco na pista

Leonardo Contesini

Os carros mais bacanas que você finalmente pode importar em 2016

Dalmo Hernandes

Uma breve história de (quase) todos os hot hatches da Ford – parte final

Dalmo Hernandes