A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture

KDM: a pequena e curiosa cena entusiasta da Coreia do Sul

Korean Domestic Market – é como se costuma chamar a cena automotiva na Coréia do Sul. Talvez você sequer imaginasse que existisse uma cena entusiasta na Coreia do Sul. Pois ela existe – é pequena e relativamente recente, mas ela existe. Para falar sobre o KDM, porém, é preciso repassar a história da indústria automobilística na Coreia do Sul. Na década de 1960, o governo do país começou a estimular o ingresso de companhias já estabelecidas no país na indústria automobilística, bem como o surgimento de novas fabricantes de automóveis. Diversos nomes hoje conhecidos globalmente surgiram nesta época, como a Kia Motors (1962), que antes fabricava tubos de aço e bicicletas; a Hyundai Motors (1968), que nasceu no ramo da construção civil; e a Asia Motors (1965), que era uma empresa totalmente nova. No começo, todas estas empresas não eram mais que montadoras de automóveis – seus projetos não eram desenvolvidos localmente, mas importados de outros países e montados em regime CKD

Matérias relacionadas

Uma breve história do HANS e de seu criador, o Dr. Robert Hubbard

Dalmo Hernandes

O guia das versões especiais do BMW M3 (e agora do M4) – Parte 5: a quinta geração (F80/F82/F83)

Leonardo Contesini

Alfa Romeo 147 GTA: o hot hatch italiano com motor V6 de 250 cv que fez falta no Brasil

Dalmo Hernandes