A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture Zero a 300

A língua do P: explicamos o confuso sistema de nomenclatura da Porsche

Todo fã de carros já sacou que a Porsche usa um código numérico para designar as gerações de seus carros. A sétima geração do 911, por exemplo, era o 991, que acabou de ser substituído pelo 992, a oitava geração. Só que a sexta geração não era o 990, e sim o 997, que substituiu o 996. Antes do 996 havia o 993 — o que significa que o próximo 911 não poderá usar este código. Essa salada de números chega a ser estranha vinda de um país conhecido pela cultura sistemática, mas justamente por ser alemã, os código da Porsche têm algum sentido. Depois de explicarmos a lógica da nomenclatura dos Mercedes e BMW, chegou a hora de falarmos sobre a nomenclatura da Porsche. Atualmente os carros da Porsche seguem dois sistemas de nomenclatura: os modelos de duas portas são batizados com números, e os modelos de quatro portas são batizados com nomes — Cayenne, Macan e Panamera. Antes que você corra para a caixa de comentários para me le

Matérias relacionadas

Um VW Gol TSi 1.8 pouco rodado e muito original à venda

Dalmo Hernandes

Vovô gearhead: conheça Arthur, que tem 75 anos de idade e um Golf de 600 cv

Dalmo Hernandes

Porsche 911 GT2 RS quebra mais um recorde, Lamborghini confirma nome SVJ em Nürburgring, o ardente fim do Escort RS Cosworth de Ken Block e mais!

Leonardo Contesini