A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Eventos Lançamentos

Na rua, na pista e nos ralis: os Focus e Fiesta ST que a Ford vai levar para o SEMA Show 2015

Para a alegria de muita gente, pelo jeito vai demorar para que a onda dos hot hatches passe — depois do VW Golf GTI de sétima geração, lançado em 2013, vários outros modelos foram lançados ou atualizados. Um exemplo recente é o Ford Focus ST, que no ano passado foi reestilizado e ganhou melhorias no motor e no sistema de vetorização de torque das rodas dianteiras.

Apesar de não ser tão insano quanto o Focus RS, que tem o mesmo motor 2.3 turbo Ecoboost usado no Ford Mustang, calibrado para entregar 350 cv, e tração integral, não dá para dizer que o Focus ST é um carro sem graça. Pelo contrário: com um 2.0 turbo de 250 cv e a capacidade de distribuir a força individualmente entre as rodas dianteiras, ele lida muito bem com curvas e ainda é capaz de chegar aos 100 km/h em 6,5 com máxima de 247 km/h. Nada mau mesmo.

Agora, o hatchback esportivo será a estrela da Ford no SEMA Show, com nada menos que quatro modelos modificados em parceria com diferentes companhias de preparação e customização. E a fabricante ainda preparou dois Fiesta ST para completar a festa. Vamos dar uma olhada em cada um deles agora!

CJ Pony

Ford Focus ST by CJ Pony Parts

A princípio, o Focus Ultra Orange da CJ Pony parece só um ST cheio de perfumaria. Claro, neste carro, a perfumaria é importante — Ultra Orange é o nome da cor da carroceria, desenvolvida especialmente para o projeto pela House of Kolor —, mas não é a única coisa que importa. A Ford diz que a ideia foi criar “um carro traz a mistura perfeita entre um projeto de rua e uma máquina para a pista”.

O motor recebeu uma reprogramação no módulo eletrônico, feita pela Cobb Tuning, além de um sistema de cold air intake, downpipe e sistema de escape refeito, tudo arrematado por um novo intercooler. O kit turbo também é novo, fornecido pela ATP Tuning, enquanto a suspensão original foi trocada por um sistema a ar, com direito a novas barras estabilizadoras na dianteira e na traseira.

As rodas são um jogo de Fifteen52 Tremac R43 de 19×8,5 polegadas, calçadas por pneus Nitto NT01 de medidas 235/35. Abrigados atrás delas há discos de freio Wilwood de 14” mordidos por pinças de seis pistões na dianteira, e de 13” na traseira. Por dentro, as modificações se limitam a luzes de LED no cluster de instrumento e bancos Sparco Chrono.

 

Rally Innovations

Ford Focus ST by Rally Innovations

Seguindo a tradição do fast Ford de rali, a Rally Innovations (claro) decidiu transformar o Focus ST em uma máquina de devorar estágios. Sem esquecer, no entanto, do visual, que tem até certa influência JDM nos para-lamas alargados – que são de metal, não de plástico ou fibra.

O tema continua nas luzes auxiliares e na combinação de cores com branco, vermelho e preto, além das rodas Rays 57 Xtreme de 19×8,5” e da suspensão especial, com amortecedores ajustáveis do tipo coilover e regulagem de cambagem na dianteira e na traseira.

O motor recebeu coletores de escape e admissão da GReddy Racing, que também forneceu um novo intercooler de alumínio; e uma reprogramação no módulo de controle feita pela COBB Tuning. Os freios trazem discos perfurados e slotados da R1 Concepts.

Por dentro, a Rally Innovations decidiu seguir o apelo racer, removendo praticamente todo o acabamento interno e instalando uma gaiola de proteção feita sob medida, bancos Bride ajustáveis e cintos de competição Cusco.

 

COBB Tuning

 

Ford Focus ST by COBB Tuning

Quem disse que carros e bikes não podem conviver em harmonia? Deve ter sido esta a pergunta que a COBB Tuning quis responder com seu Focus ST, que além de um tapa na mecânica e no visual, recebeu um rack de teto próprio para bikes da Thule ThruRide.

A pintura vermelha “Race Red” foi desenvolvida pela própria COBB, e cai muito bem com o dourado das rodas Rotiform DUSde 18×9,5” calçadas com pneus Michelin Pilot Super Sport. Splitter frontal, saias laterais e difusor traseiro são de fibra de carbono, feitos pela Triple R, enquanto o stance mais baixo é proporcionado por um sistema de suspensão a ar totalmente ajustável da Accuair. Por dentro, o carro recebeu revestimento em Alcantara.

O motor também recebeu atenção. Coisa básica: módulo reprogramado, novos sistemas de escape e admissão de ar frio e um intercooler mais eficiente. Além disso, o sistema Sound Symposer, que aumenta o ronco do motor quando se pisa fundo, foi removido. Agora, o carro ronca alto o tempo todo.

 

FS Werks

Ford Focus ST by FSWERKS

Para a FS Werks, a prioridade foram as modificações mecânicas. Assim, as únicas mudança do lado de fora foram as novas saias laterais, o novo spliter frontal e as rodas Rotiform LVS de 19×8,5”; além de faixas adesivas nas laterais e no capô.

O motor teve o módulo de controle reprogramado e recebeu um sistema de admissão de ar frio Cool-Flo, enquanto o sistema de escape ganhou dutos de aço inox de três polegadas. O câmbio ganhou um novo trambulador, com curso mais curto, e foi instalado um novo intercooler no cofre do motor.

A suspensão agora conta com molas e amortecedores do tipo coilover da H&R e barras estabilizadoras maiores da COBB Tuning. Os freios são da StopTech na dianteira, com mangueiras de inox FS Werks. Os pneus são Continental ExtremeContact DW de medidas 235/35.

 

Cinemotive Media

Ford Fiesta ST by CINEMOTIVE MEDIA

Como ficaria um Ford Fiesta ST modificado por uma produtora de filmes? Mais ou menos como o carro preparado pela Cinemotive Media. Eles dizem que sei Fiessta pode ser um bom veículo de apoio para cinegrafistas mas, honestamente, não vemos porque não usar o carro para outras finalidades.

A pintura verde perolizada complementa o visual composto pelo body kit Fifteen52, pelas rodas ADV.1 ADV5 Track Speck de 17×9” na dianteira e 17×9,5” na traseira, calçadas com pneus Falken RT-615K de medidas 205/40 na dianteira e 215/40 na traseira.

As modificações mecânicas incluem um novo intercooler, reprogramação na ECU, downpipe e sistema de admissão de ar frio. A suspensão ajustável é da BC Racing, e os freios Baer trazem discos slotados e perfurados na dianteira e na traseira, com pinças de seis e dois pistões, respectivamente. O interior traz bancos concha e volante Sparco.

 

DSPort

Ford Fiesta ST by DSPORT Magazine

A DSPort foi a única a revelar a potência de seu projeto. Se, originalmente, o motor 1.6 entrega 200 cv, de acordo com eles, seu Fiesta ST modificado entrega “mais de 400 cv”, graças às modificações mecânicas, que incluem um radiador de óleo, intercooler com tubulação de alumínio, um novo BorgWarner EFR 6258 Turbo e injetores RC Engineering de alta vazão. Além disso, a ECU foi reprogramada, e o motor recebeu novos pistões e bielas forjadas CP Carrillo.

A suspensão recebeu amortecedores ajustáveis do tipo coilover da KW e barra estabilizadora Eibach na traseira. Abrigados sob as rodas Volk Racing TE37, calçadas com pneus slick Pirelli P-Zero de medidas 245/620 R17, estão freios Wilwood com discos de 12,2” na dianteira e 11,8” na traseira, com pinças de seis e dois pistões, respectivamente.

A cor laranja se chama “Molten Lava” (“lava derretida” em português, o que faz sentido), e o visual é completado por um body kit da Fifteen52.

Tudo isto dito, o detalhe mais bacana é que o carro traz todas as modificações necessárias para competir no campeonato de turismo Pirelli World Challenge, ainda que tenha pelo menos 100 cv a mais do que os 300 cv exigidos pelo regulamento…

Estes e outros carros estarão no estande da Ford no SEMA Show, que começa amanhã (3), bem como vários outros modelos modificados e preparados (incluindo o Datsun 240Z de Sung Kang). Pode ter certeza de que manteremos vocês atualizados sobre tudo o que rolar no evento!

Matérias relacionadas

Novo Cayenne ficou mais leve, mais potente e “mais Porsche”

Dalmo Hernandes

Mini JCW Concept promete apimentar a nova geração do modelo

Dalmo Hernandes

Ferrari GTC4Lusso: a nova V12 da marca é o jeito certo de se fazer uma shooting brake

Leonardo Contesini