A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture

Os Fiat mais quadrados da história

“Automóveis de grande porte, destinados a gente privilegiada, nunca me interessaram. Eu nunca abandonei o meu gosto pelo carro pequeno e econômico, o tipo de automóvel que pode ser comprado por todos, um gosto instilado em mim nos meus primeiros anos de trabalho na Fiat.” – Ing. Dante Giacosa. O grande gênio italiano da Fiat, ascético, econômico e pragmático como poucos italianos já foram, realmente não gostava de carros grandes e chiques. Nem de carros convencionais: era na ponta da lança tecnológica mundial que gostava de estar. Mas ao contrário da completa liberdade de seu contemporâneo Issigonis na BMC inglesa, Giacosa trabalhava em uma empresa fortemente tradicionalista, e uma em que o custo final do produto era cuidadosamente calculado para garantir as margens de lucro; o Mini de Issigonis nunca aconteceria na Fiat. O acaso aqui agiu em seu favor; obrigado a controlar os custos minuciosa

Matérias relacionadas

A verdade sobre o Supra de 300 km/h de Smokey Nagata e sua prisão nos anos 90

Dalmo Hernandes

Top Xuning, parte 2: os piores acessórios e modificações que alguém pode instalar em seu carro

Dalmo Hernandes

Uma retrospectiva dos esportivos da Fiat em seus 40 anos de Brasil – Parte 1

Dalmo Hernandes