A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture Carros Antigos História

Schulz 190E 2.6 City: a história do primeiro hatchback Mercedes… que não foi feito pela Mercedes

Quando a Mercedes-Benz apresentou a primeira geração do Classe A em 1997, ele era exatamente o oposto do que a marca sempre ofereceu: em vez de um motor longitudinal ligado às rodas traseiras, ele tinha um motor transversal ligado às rodas dianteiras. E em vez de um sedã ou perua com espaço interno e conforto de sobra, ele era um hatch compacto com espaço interno racionalizado e suspensão mais firme do que deveria. No Brasil ele não deu muito certo, mas na Europa ele foi um sucesso de vendas que deu origem à Classe B e, indiretamente, ao GLA e ao CLA. Todos eles conservam as mesmas características do modelo original: motor transversal e tração dianteira (ou nas quatro rodas sob demanda). Agora... embora tenha sido o primeiro hatchback da Mercedes, o Classe A W168 não foi o primeiro Mercedes hatchback. A ideia de construir um compacto urbano de dois volumes era algo que orbitava o departamento de design da Mercedes desde o início dos anos 1980. Foi quando eles desenvolveram o 190 E Stadtwa

Matérias relacionadas

Quais são os melhores e mais longevos motores já fabricados?

Dalmo Hernandes

Este cara fez um Corsa GSi com motor de Calibra, 650 cv e tração integral!

Dalmo Hernandes

Merc9, o ex-Nascar que se transformou em um monstro devorador de curvas (com um V8 de nove litros!)

Dalmo Hernandes