FlatOut!
Image default
Car Culture

A volta dos melhores comentários da semana no FlatOut


Uma das vantagens de assinar o plano FlatOuter é ter acesso ao grupo secreto, do qual toda a equipe do FlatOut faz parte. Além de ter acesso a uma comunidade de entusiastas bacana e muito ativa, você também estará em contato mais direto com a gente.

Tanto é que foi lá no grupo secreto que um dos FlatOuters deu a ideia de trazermos de volta os Comentários da Semana – uma seleção nem-tão-rigorosa assim dos melhores (ou… piores?) comentários feitos por vocês, pessoal

Tenham em mente que se trata de uma experiência – uma forma de variar o conteúdo aos sábados, e também de lembrar a todo mundo que, sem seus leitores, o FlatOut não seria nada. E, claro, vale lembrar que cada interação no site conta quilômetros, que podem ser trocados por cupons para concorrer a um belíssimo Uno 1.5R restaurado e preparado. Não perca tempo: acesse goodguys.com.br e saiba mais!

Ainda não é assinante do FlatOut? Considere fazê-lo: além de nos ajudar a manter o site e o nosso canal funcionando, você terá acesso a uma série de matérias exclusivas para assinantes – como conteúdos técnicoshistórias de carros e pilotosavaliações e muito mais!

 

FLATOUTER

Plano de assinatura com todos os benefícios: acesso livre a todas as edições da revista digital do FlatOut e demais matérias do site, participação no nosso grupo secreto no Facebook (fique próximo de nossa equipe!). Exponha ou anuncie até sete carros no GT40 e ainda ganhe descontos em oficinas e lojas parceiras*!

R$20,00 / mês

*Benefícios sujeitos ao único e exclusivo critério do FlatOut, bem como a eventual disponibilidade do parceiro. Todo e qualquer benefício poderá ser alterado ou extinto, sem que seja necessário qualquer aviso prévio.

CLÁSSICO

Plano de assinatura básico. Acesse todas as edições da revista digital do FlatOut e demais matérias do site1, além de poder expor ou anunciar até três carros no GT402.

De R$14,90

por R$9,90 / mês

1Não há convite para participar do grupo secreto do FlatOut nem há descontos em oficinas ou lojas parceiras.
2A quantidade de carros veiculados poderá ser alterada a qualquer momento pelo FlatOut, ao seu único e exclusivo critério.

A pensata do Marco Antônio Oliveira sobre as coisas pelas quais somo gratos nos carros modernos motivou muita gente a “abrir o coração” e compartilhar as pequenas alegrias de ser entusiasta em 2021. Como o Rafa2810, que ficou surpreso com a facilidade e o preço das (muitas) peças para um Fiat 147 que ele teve que comprar após um incidente infeliz no trânsito.

É claro que, em alguns casos, a maior variedade de opções anda de mãos dadas com uma queda geral na qualidade de certos componentes (peças plásticas de acabamento sofrem bastante com isso). Em manufatura, quem diz que “antigamente tudo era melhor” tem certa razão. Alguns materiais modernos custam menos, mas em contrapartida são menos resistentes e duráveis.

Já o Felipe Leonardo diz que ele próprio se beneficia das modernidades com seu Opala, especialmente graças à internet – poder contar com ela para fazer garimpos virtuais é uma mão na roda. Antes disso, a vida de quem se tornava tutor de uma lasanha era bem mais complicada. E ele aproveita para fazer uma alusão com a música com a qual concordo 100%: muita gente diz que gostaria de ter vivido na década de 1970 para ver bandas clássicas em seu auge, mas a verdade é que o acesso à música é mesmo infinitamente mais fácil hoje em dia. Se você tivesse sido adolescente na década de 70, provavelmente teria que se contentar em ouvir o que tocasse no rádio ou ter a sorte de encontrar alguma pérola nas lojas de discos. E custando caro.

O Daniel Baldo, por sua vez, lembra que muitas vezes olhamos para o passado através das lentes rosadas da nostalgia.

Para quem ainda não leu a pensata do MAO:

Dez motivos para agradecer a modernidade dos carros

É claro que nem sempre é preciso filosofar. Um trocadalho do carilho, daqueles bem infames, às vezes já  basta!

A matéria em questão é o exercício de realidade alternativa que o Leo Contesini fez sobre o “universo paralelo” da Chevrolet no Brasil, com uma série de conceitos e protótipos interessantíssimos que, por um ou outro motivo, jamais chegaram às ruas.

O universo paralelo da Chevrolet no Brasil

 

Mudando de assunto, na nota do Zero a 300 sobre o Mercedes-Benz 190E que supostamente foi de Ayrton Senna, o Fernando de Souza lembrou de um registro do tricampeão junto com os dois carros cedidos à Lotus em 1986. Agora… qual dos dois é o carro do leilão?

 

Mudando de assunto: ô Seu Cebola, que história é essa?

Pop-up headlights nunca deixaram de ser great! Elas só andam sumidas…

A matéria, a propósito, é o especial do MAO sobre o Mitsubishi 3000GT.

Ícones dos anos 1990: Mitsubishi 3000GT VR4

Já o Chimas lembrou do mais odiado personagem da saga “Guerra nas Estrelas” ao ver o painel do novo Mercedes-Benz SL, que deve ser apresentado nas próximas semanas. Te faz pensar se não seria melhor a Mercedes ter se inspirado em Boba Fett ou no Darth Vader…

Vamos encerrar a sessão da semana com uma singela aula de paleontologia, cortesia do Piloto de Teclado (I see what you did there!):

Certo: da mesma forma que os carros são como as lanchas, as motos são como os jet skis e os pedestres são como os banhistas, as banheiras americanas são como os dinossauros e os imports do Japão são como os mamíferos. Vivendo e aprendendo!

***

Vocês devem lembrar que, anteriormente, os Top Comments do FlatOut eram escolhidos de acordo com o número de votos. Dessa vez, optei por fazer uma curadoria, até porque o volume de comentários que temos hoje é mais baixo. Contudo, como se trata de uma experiência aceitamos sugestões sobre como conduzir as próximas edições. Acham que o sistema de pontos deve voltar?

Até lá, caprichem nos comentários. Vamos ver o que sai daqui a duas semanas!

 

Este Uno 1.5R pode ser seu!

Participe!

Clique aqui e veja como

Compartilhe agora