A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture Notícias

Ever Given: conheça o motor de 80.000 cv do barco encalhado no Canal de Suez

O Canal de Suez é uma das principais passagens náuticas do mundo, e tem importância crucial para o fluxo do comércio mundial. Com 193 km de comprimento, 205 metros de largura e 24 metros de profundidade, ele vira uma fina linha quando observado por satélites, mas é grande o bastante para permitir a passagem das maiores embarcações do mundo. Graças ao Canal de Suez, viagens por mar entre a Europa e a Ásia não precisam circundar o Continente Africano, o que diminui a distância navegada em mais de 7.000 km e torna o trajeto muito mais rápido.

Ainda não é assinante do FlatOut? Considere fazê-lo: além de nos ajudar a manter o site e o nosso canal funcionando, você terá acesso a uma série de matérias exclusivas para assinantes – como conteúdos técnicoshistórias de carros e pilotosavaliações e muito mais!

 

FLATOUTER

Plano de assinatura com todos os benefícios: acesso livre a todas as edições da revista digital do FlatOut e demais matérias do site, download de materiais exclusivos, participação em sorteios e no grupo secreto no Facebook (fique próximo de nossa equipe!), além de veiculação de até 7 carros no FlatOuters e até 3 anúncios no site GT40, bem como descontos em oficinas e lojas parceiras*!

R$20,00 / mês

*Benefícios sujeitos ao único e exclusivo critério do FlatOut, bem como a eventual disponibilidade do parceiro. Todo e qualquer benefício poderá ser alterado ou extinto, sem que seja necessário qualquer aviso prévio.

CLÁSSICO

Plano de assinatura na medida para quem quer acessar livremente todas as edições da revista digital do FlatOut e demais matérias do site1, além de veiculação de até 3 carros no FlatOuters e um anúncio no site GT402.

De R$14,90

por R$9,90 / mês

1Não há convite para participar do grupo secreto do FlatOut nem há descontos em oficinas ou lojas parceiras.
2A quantidade de carros veiculados poderá ser alterada a qualquer momento pelo FlatOut, ao seu único e exclusivo critério.

Todos os dias, mais de 50 navios atravessam o Canal de Suez em suas rotas comerciais – o que dá quase 20.000 embarcações ao ano. Quer dizer, no momento isto não está acontecendo: o Canal de Suez está bloqueado desde a última terça-feira (23) pelo cargueiro Ever Given, um meganavio de 400 metros de comprimento, com capacidade para 200.000 toneladas de carga.  E este único navio é capaz de congestionar em nível global o transporte de carga pelo mar – que corresponde a 90% de toda a carga transportada no planeta, o tempo todo.

O navio vinha do porto de Tanjung Pelepas, na Malásia, com destino a Rotterdam, na Holanda, quando encalhou e ficou atravessado no canal, obstruindo toda a sua largura. O Ever Given era o quinto de um comboio de 15 navios e bloqueou o canal nos dois sentidos, ocasionando um congestionamento de centenas de embarcações – que ainda estão no local enquanto esta matéria é escrita. De acordo com a marinha do Egito, que avaliou a situação, é provável que o encalhamento tenha sido causado por ventos muito fortes que pegaram o Ever Given de surpresa.

O prejuízo logístico e financeiro, no momento, é de US$ 9,6 bilhões a cada dia – e  já faz dois dias que equipes de operários tentam fazer o navio flutuar escavando ao redor do casco e puxando-o com rebocadores. Até agora não tiveram sucesso.

 

As autoridades locais já dizem que o Ever Given pode ficar encalhado por dias, ou mesmo semanas, antes que consiga ser removido de forma segura. Enquanto isto, não se pode fazer muita coisa – exceto falar sobre o navio. Que, apesar das circunstâncias nada ideais, não deixa de ser uma peça de engenharia incrivelmente fascinante.

Começando, claro, pelo seu tamanho. O Ever Given é um cargueiro de classe Golden, uma série de 11 embarcações construídas pela japonesa Imabari Shipbuilding para a transportadora Evergreen Marine, de Taiwan. Ele levou quase três anos para ficar pronto, entre dezembro de 2015 e maio de 2018, e foi ao mar pela primeira vez em setembro de 2018.

Suas dimensões são colossais: 399,94 metros de comprimento, 58,8 metros de largura e 14,5 metros de altura, com peso bruto de 220.940 toneladas – vazio. E é por isso que, para movê-lo, faz-se necessário um dos motores a combustão mais potentes do mundo, literalmente.

Trata-se do MAN B&W 11G95ME-C9 – um nome alfanumérico complicado e difícil de decorar. Nem esperamos que você o faça: basta saber seus números para as conversas de bar (quando pudermos voltar aos bares, claro). Lançado em 2015, o motor é um turbodiesel dois-tempos de 11 cilindros em linha com 26.977 litros de deslocamento e potência de 80.648 cv a 80 rpm. O diâmetro dos cilindros é de 950 mm (quase um metro), enquanto o curso tem nada menos que 3,46 metros. Por isso as rotações tão baixas.

O deslocamento do motor MAN B&W é maior que o daquele que é ainda é comumente citado como o maior motor a combustão do mundo – o Wärtsilä-Sulzer RTA96-C, que também é gigantesco e desloca 25.300 litros. Perde por pouco mais que uma piscina dobrável.

Como é feito o maior e mais potente motor a diesel do mundo

E não estamos falando de um motor-gerador, que fornece energia para um motor elétrico, como é comum em navios menores e locomotivas: ele é o motor principal que move a hélice única do Ever Given – e consegue levá-lo à velocidade máxima de 22,8 nós, o que dá 42,2 km/h. Você achava que um veículo de 220.000 toneladas seria mais rápido?

O mais inacreditável é que o Ever Given sequer é movido pela versão mais potente do motor MAN B&W. Existe também a variante 11G95ME-C9.5 – e este “.5” no final faz uma baita diferença. Com mais pressão no turbo, que chega a 21 bar, o C9.5 entrega nada menos que 103.000 cv a 80 rpm – ou 9.343 cv por cilindro. Só existe uma unidade – que é o motor a combustão interna mais potente do mundo, ponto. Ele é usado pelo MSC Jade, outro cargueiro colossal, que faz parte da classe Pegasus da MSC (Mediterranean Shipping Company). Com 398,5 metros de comprimento, o MSC Jade é quase tão grande quanto o Ever Given e também pesa cerca de 200.000 toneladas.

Os motores da série 11G atualmente são os maiores e mais potentes motores de combustão interna feitos pela MAN, e consomem cerca de 350 toneladas de combustível por dia. No momento, porém, não há qualquer sinal de que a potência do motor ajude o Ever Given a sair do Canal de Suez – com o cargueiro encalhado, não há qualquer utilidade para seus mais de 80.000 cv.


 

O navio foi desencalhado! Veja como:

Como o Ever Given foi desencalhado do Canal de Suez?

Chevrolet Opala cupê 1980 -1988: tudo o que você precisa saber antes de comprar

Chevette-Honda K20 | FlatOut Street

Fernando e o Gol GT 1986 do Vô Natal | FlatOut Classics

 

Matérias relacionadas

Uma retrospectiva dos esportivos da Fiat em seus 40 anos de Brasil – Parte 2

Dalmo Hernandes

O único Mercedes-Benz CLK GTR do Brasil está indo embora

Leonardo Contesini

Não dá para ficar mais insano do que um Citroën C2 com dois motores V6

Dalmo Hernandes