FlatOut!
Image default
Motos

Quando a Honda fez uma moto com “motor V8 quatro-cilindros”


Parece que estou falando um completo absurdo, não parece? "Imagine, uma moto com motor V8 de quatro cilindros!" Acontece que essa pode ser uma definição meio liberal, mas não muito distante da realidade: a Honda NR750, que teve 300 unidades feitas na década de 1990, nasceu da ideia de obter o rendimento de um V8, porém com apenas quatro cilindros. Graças a essa ideia, o mundo ganhou uma das motos mais bonitas já feitas – só não é mais bonita que seu motor com pistões ovais que, quando todo desmontado, deixa à mostra o impecável trabalho de engenharia feito pela Honda. Como (quase) toda boa história sobre um veículo icônico, esta começa nas pistas. No fim da década de 1970, quando quase todas as motos de competição haviam se rendido à selvageria dos dois-tempos, a Soichiro Honda queria provar um ponto: que as motos de quatro tempos poderiam ser tão competitivas quanto, mesmo que tivessem motores mais complexos e com menor rendimento específico. Para o Sr. Soichiro, era algo