A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture

A arte de F. Gordon-Crosby

“É preciso lembrar que ele trabalhou em uma época em que o automóvel, e o transporte rodoviário ainda estavam praticamente na infância, e ainda eram envoltos em grande magia e romance. Era idolatrado pelo público. Os carros daqueles tempos – os carros de Crosby - agora são lendas de um passado distante. É difícil recuperarmos esses sentimentos, mas basta apenas olhar para qualquer trabalho de Crosby para senti-los novamente. Por isso seus trabalhos hoje são tão caros: uma coisa assim não tem preço.” – Peter Garnier. Me parece incrível observar como o automóvel ainda hoje é ignorado pela parcela mais culta da sociedade como um interesse menor, da plebe ignara. Música, literatura, pintura, tudo toma precedência sobre ele. Talvez porque tenha se tornado uma indústria de massa e seja popular e comum; talvez porque todos os males do

Matérias relacionadas

Como estou cuidando do meu carro durante esta quarentena prolongada

Leonardo Contesini

Honda Civic Si: a receita de um dos esportivos mais adorados do Brasil

Dalmo Hernandes

Maserati Barchetta: o especial de track day dos anos 1990 que o mundo esqueceu

Dalmo Hernandes