A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Edições anteriores

FlatOut Edição 76: um Porsche 911 Carrera 3.2 para ser dirigido ao máximo, como comprar um Passat GTS e mais!

Caros leitores, muito bem vindos à mais nova edição do FlatOut Brasil! Aqui temos elencadas as matérias exclusivas para assinantes. Caso você ainda não faça parte do universo do FlatOut, clique aqui e assine agora mesmo! Caso queira conferir as edições anteriores, clique na imagem abaixo.


 

FlatOut Classics

No FlatOut Classics desta semana, contamos a história deste 911 Carrera 3.2 1985 que recebeu alguns upgrades sutis para ser usado ao máximo como a Porsche espera que os proprietários do 911 façam.

Vicente e seu Porsche 911 Carrera 3.2 | FlatOut Classics


 

Guia de Compra

 

Pensando em comprar um Passat GTS Pointer? Neste Guia de Compra, contamos um pouco da história, conversamos com os proprietários, restauradores e fãs do Passat Pointer para descobrir todos os detalhes que você precisa ficar de olho antes de comprar um. E as diferenças principais entre os modelos e anos, e quais as versões mais interessantes e mais populares.

Passat GTS Pointer: tudo o que você precisa saber antes de comprar


 

Clássicos

Você sabia que RS, na Chevrolet, nunca foi versão especial nem esportiva? Nesta matéria explicamos a origem do pacote RS e aproveitamos para continuar o nosso guia de versões especiais de modelos clássicos, agora com a primeira geração do Camaro.

O guia de versões especiais do Chevrolet Camaro | Parte 1: a primeira geração


 

Pode um ícone histórico, um dos carros mais influentes da história do automóvel, ser considerado um fracasso? Nesta matéria contamos a história do Mini original, seu criador e sua época — e explicamos porque o carro foi, sim, um fracasso, do ponto de vista empresarial.

Os erros e acertos do Mini clássico


 

Quais as diferenças e semelhanças entre a Brasilia e a Variant II? Uma parece uma cópia 110% da outra, mas o que elas compartilham? O que cada uma tem de específico?

Quais as diferenças e semelhanças entre a Variant II e a Brasilia?


 

Automobilismo

Se há algo que falta na Fórmula 1 moderna é a imprevisibilidade dos resultados. Os carros ultra-confiáveis, o congelamento dos motores, a proibição de desenvolvimento durante a temporada, tudo isso deixa as corridas bem mais previsíveis. Felizmente, sempre há um pouco de chuva, acidentes espetaculares e um piloto talentoso pronto para mostrar serviço para mudar isso. Nesta matéria, relembre cinco pilotos que venceram contrariando todas as expectativas do momento.

Underdogs: os vencedores mais improváveis da Fórmula 1


 

Car Culture

De acordo com o ex-piloto americano Leh Keen, “um carro com boas qualidades dinâmicas em pista também terá boa dinâmica em uma superfície ruim, especialmente com os pneus adequados.” Mas pode realmente um carro esporte se tornar um carro fora de estrada interessante?

Desert Racers: os esportivos para acelerar longe do asfalto


 

Se há algo que a Ferrari sempre fez — além de carros de corrida e esportivos com V12 dianteiro — foi carros de quatro lugares. Aliás, a Ferrari teve mais carros de quatro lugares do que carros turbo, como você verá nesta matéria.

A tradição quase esquecida das Ferrari de quatro lugares


 

O que faz um Alfa Romeo? certamente não é tração traseira ou o moto com duplo comando no cabeçote, como muita gente pensa. Nos anos 1990, apesar dos componentes Fiat e do pouco sucesso comercial, a marca ainda assim sobreviveu.

Como a Alfa Romeo sobreviveu aos anos 1990


 

História

“Sempre que era necessário ferro, usava-se aço, exceto no bloco do motor, anéis de pistão e lonas de freio, de ferro fundido. Todas as peças de aço eram feitas a partir de laminados ou forjados, exceto quatro peças particulares que só podiam ser fundidas. Em cada pequeno detalhe, manifesto ou oculto, buscava-se a perfeição. A qualidade ainda seria apreciada, como Royce gostava tanto de dizer, muito depois do preço ter sido esquecido.” Hoje é impossível um carro somente ser considerado o melhor do mundo. Mas houve um tempo onde isso era possível, e aconteceu.

A história da Rolls-Royce em três carros


 

Matérias relacionadas

FlatOut Edição 23: a evolução dos Mazda Wankel, os 40 anos do capacete de Senna, em defesa do automático e mais!

Leonardo Contesini

FlatOut Edição 54: o adeus a Ricardo Divila, os melhores carros de R$ 25.000 para o dia-a-dia, um raro Corsa GSi Amarelo Gris e mais!

Leonardo Contesini

FlatOut Edição 08: Ford v. Ferrari, a história da NSU, especial McLaren F1 e mais!

Leonardo Contesini